#Saúde

Suicídio nos deixa confusos. Qual será a razão ? Tem suicídio rápido e tem suicídio lento. Beber demais, comer demais,  sexo livre, direção irresponsável, falta de cuidado com a saúde, todas essas coisas são maneiras de tirar a própria vida aos poucos. E porque será que todo mundo faz?



Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a morte três vezes. E saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em 'A menina que roubava livros'. Desde o início da vida de Liesel na rua Himmel, numa área pobre de Molching, cidade próxima a Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido de sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona-de-casa rabugenta.