Fanfic - Crespúsculo Há Meia Noite - Capítulo 05: Viagem Parte III

Capítulo 05: Viagem Parte III

Capítulo 05: Viagem Parte III
Cheguei e casa de Travis, estava muito quieta lá
- Travis seus pais não estão em casa?
Era estranha esta sozinha com ele, primeiro, por que eu nunca fiquei sozinha com ele. Segundo, por que a minha mãe me estrangulava se soubesse que eu estava sozinha com Travis.
- eles foram resolver alguma coisa na empresa – ele disse,- se você quiser podemos ir para outro lugar, uma lanchonete, não sei – ele disse sem jeito.
-Não precisa
- eu estava no quarto, mas acho que é melhor ficarmos na sala.
- quero ver o que você estava estudando, quero ajudar você e conversar.
Subimos para o quarto de Travis, continuava do mesmo jeito desde ultima vez que vim aqui. A mesma cor, os mesmos retratos na parede, só que havia alguns livros espalhados pela cama.
- eu estava estudando na cama, não repare a bagunça – Travis disse ainda sem jeito.
Ele rapidamente jogou os livros em um lado da cama, abrindo espaço para nós sentar.
Travis se sentou na cama e bateu a mão no seu lado me convidando para sentar também. Eu sentei um pouco afastada dele, para poder pegar o travesseiro e colocar no seu calo para deitar a minha cabeça no colo dele.
Logo as lagrimas vieram.
Eu estava cansada de tudo. De ter que ir embora por um tempo – sabe lá quanto tempo – de ter brigado com Geena, de ficar longe de Travis.
- o que houve – Travis passava a mão no meu cabelo
- vou precisar ficar uns tempos em Forks, sabe-se lá por quanto tempo.
-Ei, talvez não seja tão ruim assim, você vai poder ficar com o seu pai, alguém que você não ver a muito tempo
Travis tinha um jeito único de fazer as coisas parecerem melhor. Ou talvez eu esteja fazendo tudo parecer pior.
-alem do mais- ele continuou- vou ver você sempre que puder
- é meio longe daqui...
- são só algumas horas. Eu agüento – ele disse e me deu um selinho.
-briguei com Geena - disse sem rodeios, mais ele apenas disse:
-tenho certeza que tudo ficara bem
-obrigada
O Travis era um namorado incrível, alem de aturar as minhas bestagens, ainda fazia meus problemas se tornarem nada. E ainda me fazia sentir a idiota mais incrível do mundo.
Travis me beijou, agora não foi só um selinho, foi um beijo –um beijo que a muito tempo não dávamos – ambos estávamos com saudades um do outro –apesar de nunca ter acontecido nada alem dos beijos – as mãos dele estavam na minha cintura e me apertavam, minhas mãos estavam no seu cabelo puxando-o para mim.
Paramos um pouco, o suficiente para respiramos, ele colou nossas testas uma na outra e ambos olhávamos nos olhos do outro.
-estava com saudades
-eu também.
Certamente estávamos compartilhando o mesmo pensamento. Estávamos sozinhos.
Beijamos-nos de novo, as mãos de Travis que antes estavam na minha cintura, agora desceram para minha coxa, eu fui me inclinado para sima dele, sem deixar de beijá-lo. Ele deitou a cabeça no travesseiro, as mãos dele foram para minha bunda, mais ai ele parou.
-acho que estamos indo longe demais – ele disse se sentindo culpado, de repente me sentir envergonhada por estar em cima dele daquela forma.
Eu deixei meu corpo cair ao lado dele na cama. Ficamos em silencio.
-desculpa por ter passado a mão... Se sabe – ele disse sem jeito.
Isso porque nosso namoro era o típico namoro a moda antiga.
-você não precisa se desculpa- eu disse- acho que devo ir embora
-não – ele disse se levantando um pouco, o bastante para me segurar
-ta, mais se os seus pais brigar, a culpa é toda e exclusivamente sua
Ele riu.
-ta bom
Travis terminou de retirar os livros da cama, ele se deitou e eu deitei ao lado dele. Começamos a conversar até que eu dormir.
                              ***
Acordei no outro dia, Travis não estava na cama.
Meu Deus, eu dormir pela primeira vez fora de casa, a minha mãe vai me matar.
A porta do quarto de Travis se abriu, e ele entrou.
-Olá querida
- Oi – falei sem jeito – a minha mãe vai me matar.
-ela ligou pra cá –ele disse tranqüilo – a minha mãe falou com ela, e ela entendeu
-entendeu? Você tem certeza?
-só que ela disse pra quando você acordar ir diretamente pra casa –ele riu –e você ira depois de tomar café da manha, eu levaria você lá, mais vou acabar me atrasando para a faculdade, sinto muito,- ele disse - mais chamei um taxi para você.
- Obrigada, mais não quero abusar da paciência dela
- você quer ir sem tocar café da manha, certeza disso?
-tenho certeza Travis. – dei um beijo nele e sair, ele me levou ate a o taxi, nos beijamos e eu fui para casa.
Pov. Travis
Depois que Bella foi embora eu subir de volta para o meu quarto, peguei meu celular o numero dele aparecia no retrovisor, é algo errado, eu sei. Talvez eu seja o maior idiota do mundo.
Eu escrevi:
Bella dormiu comigo, perdeu a aposta.
E enviei.
Sim. Eu sou um idiota.





Uma Romântica Apaixonada Por Tudo Que Envolva Romance, Livros, Filme, Músicas, Textos, Fotografias e Blogs. Sejam Todos Bem-vindos Ao Meu Espaço!


COMENTE COM SUA CONTA GOOGLE+
COMENTE COM SUA CONTA BLOGGER

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Follow Your Heart Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo